Contribua com o trabalho do SOS Ação Mulher e Família: Banco Santander (033) / Agência 0632 / Conta Corrente 13000863-4 / CNPJ 54.153.846/0001-90

sábado, 19 de maio de 2018

A maior operação contra pornografia infantil do mundo

Segunda fase da operação Luz na Infância já prendeu mais de 250 pessoas no Brasil, entre eles policiais.

Material apreendido com jovem advogado em Minas Gerais, com mais de 780 mil arquivos pornográficos (Policia Civil/Uberlândia).

Até o momento, 251 pessoas foram presas em flagrante no Brasil pela Operação Luz na Infância 2, de combate à pornografia infantil, de acordo com o Ministério Extraordinário da Segurança. Está já é a maior operação do gênero no mundo. As investigações aconteceram ao longo dos últimos quatro meses. Na manhã desta quinta (17), foram cumpridos 579 mandados de busca e apreensão do Distrito Federal e mais 24 estados – só Paraná e Rio Grande do Norte ficaram de fora. Foram mobilizados 2.625 policiais.
Em Uberlândia, Triângulo Mineiro, no Bairro de Santa Mônica, um advogado de 25 anos, considerado um dos cinco principais alvos da Polícia Civil, foi detido com mais de 780 mil arquivos baixados em HDs. Segundo o ministro da Segurança Pública Raul Jungmann declarou em coletiva de imprensa, cerca de 1 milhão de arquivos coletados em ambientes virtuais foram analisados e os alvos e suspeitos identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública.
No ano passado, a primeira etapa da operação cumpriu 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais, e foram identificadas e presas 112 pessoas.
Outras prisões incluem:
- Um dos maiores distribuidores de vídeos pornográficos infantis do país, na posse de milhares de arquivos – não se sabe ainda o número exato, no estado do Piauí;
- Um homem em Rio Largo, Alagoas, que já havia sido alvo de operação da Polícia Federal, pego na posse de um notebook com pornografia infantil;
- No Rio Grande do Sul, um homem com antecedente por estupro, e, numa casa em Canoas, outro com mais de 5,5 mil imagens;
- Em Roraima, na cidade de Boa Vista, um funcionário público de 39 anos, com fotos de crianças a partir de 5 anos. Ele morava com o pai e vinha praticando o crime há cerca de um ano.
- No estado de Santa Catarina, 12 pessoas foram presas, entre elas um adolescente de 17 anos, em flagrante.
- No estado de São Paulo, em Campinas, um ex-sargento da polícia militar com quase mil fotos de pornografia infantil; em São Miguel Arcanjo, um dos presos atraía crianças com brinquedos e balas.
- Em Goiás, um piloto aposentado de 75 anos, um professor, de 42, e mais oito homens foram presos. Em Goiânia, além do piloto, houve mais três presos: outro piloto e estudante de engenharia aeronáutica, de 21 anos, um atendente de call center, de 32, e um homem de 30 anos, flagrado no escritório onde trabalhava. Em Valparaíso de Goiás, dois homens foram pegos em flagrante: um professor de ensino médio e um agente socioeducativo da Secretaria da Criança do Distrito Federal.
- No Mato Grosso do Sul, um policial civil está entre os alvos da operação.
- Um primeiro sargento da PM, de 52 anos, está entre os presos em Manaus, Amazonas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário