Contribua com o trabalho do SOS Ação Mulher e Família: Banco Santander (033) / Agência 0632 / Conta Corrente 13000863-4 / CNPJ 54.153.846/0001-90

domingo, 30 de setembro de 2018

As mães que perderam a guarda dos filhos após acusarem os pais de abuso sexual

Tecnicamente é muito difícil comprovar o abuso sexual infantil, um crime quase sempre cometido em casa
   
POR RAFAEL CISCATI 04/09/2018

A primeira lembrança que Mayara* tem daquele sábado, 20 de agosto de 2016 — o último dia em que viu o filho —, é de um estrondo. Um golpe potente que escancarou a porta do sobrado onde ela e a família moravam, em um condomínio em São Paulo. A segunda é a de policiais aglomerados em sua sala de estar, com os quais deparou logo que correu escada abaixo. A terceira é aquela que, passados dois anos, mais lhe dói. É a memória de uma frase: "A senhora é a Mayara? Viemos buscar o menor João Paulo". Foi o momento em que ela desabou.

Angela Maria fica entronizada como grande cantora popular que deu voz às emoções do brasileiro



Por Mauro Ferreira, G1
30/09/2018

É sintomático que o 48º e último álbum de Angela Maria tenha sido inteiramente dedicado ao cancioneiro de Roberto Carlos – grande admirador, aliás, da voz desta cantora fluminense. Como Roberto Carlos, Angela Maria soube traduzir no canto as emoções do povo brasileiro.
Por isso, ele é o Rei para o público adulto que vem acompanhando a trajetória do cantor. Por isso, ela sai de cena aos 89 anos, mas fica como eterna rainha do canto popular nacional. Reinado que começou na era do rádio, nos anos 1950, e enfrentou declínios de popularidade, sobretudo na década de 1960, mas terminou soberano, vitalício.

Marta é eleita a melhor jogadora do mundo da FIFA pela sexta vez

Modric venceu o prêmio de melhor jogador e Salah ficou com o troféu de gol mais bonito

24 SET 2018

A brasileira Marta venceu nesta segunda-feira, em Londres, o Prêmio FIFA - The Best 2018 como melhor jogadora da última temporada, chegando a seis conquistas individuais (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2018) da entidade máxima do futebol. Entre os homens, o croata Luka Modric ficou com o prêmio de melhor jogador; Didier Deschamps, da seleção francesa, foi o melhor treinador, enquanto Salah ficou com Puskás Award, que homenageia o gol mais bonito do ano. A eleição do gol foi popular, enquanto as outras foram entre jogadores, treinadores e jornalistas de todo o mundo.


Chega de ser machista

Crescem no País os grupos de homens que procuram, por meio da troca de experiências pessoais, melhorar seus relacionamentos e se libertar de estereótipos associados ao gênero masculino

Paula Diniz
28/09/18

Mais cedo ou mais tarde, isso iria acontecer. E que ótimo que já esteja ocorrendo. Em decorrência do movimento feminista, iniciado na década de 1960, os homens também estão em busca de maior equilíbrio e dos ajustes necessários para se libertarem de seus tradicionais rótulos, como, por exemplo, ser eternamente forte, vencedor e conquistador de riqueza e de mulheres. Mais: necessariamente não todos, mas aqueles que são agressivos e violentos querem, também, se curar desse comportamento. Eles estão se permitindo, assim, ter maior flexibilidade e confiança para expressar seus sentimentos – inclusive ao reconhecer que reproduzem atitudes machistas. “Como eu gostaria de poder voltar atrás”, disse à ISTOÉ J.G. (pede para não ser identificado). Ele foi condenado por ter agredido a sua ex-mulher. “Sofro de transtorno afetivo bipolar, mas estou melhorando. Nos grupos de homens posso trabalhar sentimentos como vergonha, culpa e remorso.”

sábado, 29 de setembro de 2018

Terceira edição do REUSE em especial Desapegos na Urban Arts Campinas

Terceira edição do REUSE em especial Desapegos acontecerá nos dias 05 (sexta) e 06 (sábado), na Urban Arts Campinas

O evento tem entrada gratuita e o intuito de incentivar a compra de acessórios, calçados e roupas usadas. 10% das vendas do evento serão doados para entidade SOS Ação Mulher e Família
  
 Evento na Urban Arts. Crédito: divulgação

Disney absorve críticas e refaz traços das princesas de Detona Ralph 2

disney

A gigante produtora de Hollywood, Disney, havia lançado o teaser de Detona Ralph 2 no primeiro semestre deste ano. O trailer trouxe uma cena com todas as princesa da franquia. Porém, os fãs criticaram o estúdio por retratar a personagem Tiana em tons "esbranquiçados" (confira aqui).

1.600 homens assinaram anúncio no New York Times apoiando Christine Blaise Ford

NEW YORK
Em 1991, Anita Hill suportou a ridicularização pública e resistiu ao Comitê Judiciário do Senado por se manifestar contra o nomeado da Suprema Corte Clarence Thomas, a quem ela acusou de múltiplos casos de assédio sexual. Em uma demonstração pungente de solidariedade com Hill, 1.600 mulheres negras se uniram para colocar um anúncio de página inteira no The New York Times apoiando-a.

94% das brasileiras não se sentem representadas pelos políticos em exercício, revela pesquisa

Apesar de 52% do eleitorado, as mulheres são apenas 10% do Congresso. Levantamento ainda mostrou que 90% delas discordam que “políticos pensam nas necessidades da população para tomar decisões”

Marie claire
28.09.2018 - POR NATACHA CORTÊZ
Há hoje no Brasil 107 milhões de mulheres. Se nós, as brasileiras, fossemos um país, ele seria o 13º em maior população. O que representa pouco mais de duas Espanhas juntas. Falando em força eleitoral nacional, também ganhamos. Somos 52% dos votantes, contra 48% dos homens - o que significa que 77 milhões de mulheres poderão escolher seus representantes nestas eleições.

As mulheres pressionadas para matarem seus bebês com deficiência no Quênia

BBC
28 setembro 2018
O filho de Florence Kipchumba não estaria vivo se dependesse da família dela. Quando ele nasceu, sua mãe disse a ela que a criança deveria ser sacrificada.

Regulamentar a prostituição é o melhor caminho para as mulheres?

Nesta entrevista realizada na Casa Pública, Cleone dos Santos e Monique Prada debateram a regulamentação da profissão

25 de setembro de 2018

No dia 15 de setembro de 2018, em um encontro inédito, a Casa Pública recebeu Cleone dos Santos, ex-prostituta que atende mulheres em situação de prostituição no Parque da Luz, e Monique Prada, profissional do sexo e escritora autora do livro “Putafeminista”, lançado recentemente pela editora Veneta, para uma conversa complexa e delicada: a regulamentação da prostituição é o melhor caminho para as mulheres?

Autodefesa: mulheres na resistência



26 de setembro de 2018
por Caio Castor

Três mulheres contam como a busca pela defesa pessoal mudou aspectos de suas vidas

TESTEMUNHO DE JUVENTUDE (Testament of Youth)



Título Original: Testament of Youth
Realizador: James Kent
Argumento: Vera Brittain (autobiografia), Juliette Towhidi
Elenco:  Georgina Bennett, Emily Bevan, Anna Chancellor, Kit Harington

Imagemagica no SOS Ação Mulher e Família

Mais uma aula de Fotografia e Empreendedorismo em 27/09/2018.


Comemoração dos 16 anos de existência do CEAMO

O Centro de Referência e Apoio à Mulher - CEAMO é um serviço público municipal inaugurado em 25 de Setembro de 2002 em Campinas/SP.
Participação da rede de atendimento à mulher em situação de violência de gênero e intrafamiliar

Doação de produtos da Vogue para o SOS Ação Mulher e Família

No dia 21/09/2018, em visita à Expoflora, o SOS Ação Mulher e Família presenteou as participantes com doações da Vogue, à qual mais uma vez agradecemos!

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

“AMOR E VIOLÊNCIA: Que tal discutirmos esta relação?”


SOS Ação Mulher e Família, Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/ COCEN – Unicamp e parceiros convidam:

8o CONCURSO DE FOTOGRAFIA E 2o CONCURSO DE AUDIOVISUAL
DO SOS AÇÃO MULHER E FAMÍLIA

“AMOR E VIOLÊNCIA: Que tal discutirmos esta relação?”


O 8º Concurso de Fotografia e o 2º Concurso de Audiovisual do SOS Ação Mulher e Família foram organizados para o ano de 2018 a partir do seguinte tema: “AMOR E VIOLÊNCIA: Que tal discutirmos esta relação?”

Diante de vários diagnósticos veiculados nos últimos cinco anos, Brasil está entre os países que mais matam mulheres; dentre estas, os números sugerem que as mulheres negras são as mais afetadas pelo feminicídio e outras violências no âmbito urbano e doméstico. Assédio, vertiginoso crescimento de estupros, relações abusivas entre casais de jovens namorados e em casamentos de longa duração, evidenciam a violência que muitas vezes se diz ou se justifica como causada por “fortes sentimentos amorosos”.

"Quem ama não mata" foi o slogan das primeiras campanhas de rua da década de 70, momento de organização do primeiro SOS Mulher, de São Paulo. Ou seja, quase cinquenta anos depois, ainda nos vemos na urgência de denunciar, debater, criar formas de mexer no nosso imaginário social de naturalização da relação entre amor e violência. Diante disso, os concursos incentivam uma reflexão sobre as possibilidades de mudanças deste quadro de violência, sugerindo a criação de imagens fixas e em movimento baseadas em ideias, ações e sentimentos que propiciem repensar as relações violentas (de todos os gêneros) e a proposição de meios de transformação das mesmas. Esperamos por imagens que se proponham a ressignificar o “estar em relação” com amor, respeito,afeto, generosidade, empatia, parceria, atenção, proteção, aceitação.Crie suas imagens pensando nas possibilidades transformadoras que elas contêm.

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Brasil ainda é negligente com a exploração e o tráfico de mulheres

Neste domingo (23) é celebrado o Dia Internacional contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças

Brasil de Fato | São Paulo (SP)
23 de Setembro de 2018

Mulheres e crianças representam 82% das vítimas de tráfico de pessoas no mundo, e o Brasil é o país com maior incidência na América do Sul, de acordo com o Escritório das Nações Unidas para o Combate às Drogas e ao Crime (UNODC). Este domingo (23), marca a data do Dia Internacional contra a Exploração Sexual e o tráfico de Mulheres e Crianças. Para quem estuda e denuncia o tema, o país tem negligenciando o fenômeno e suas vítimas.

Congelamento de óvulos: uma alternativa para as mulheres ou para o mercado de trabalho?



Ecografia na maternidade do Hospital de La Paz, em Madri
Ecografia na maternidade do Hospital de La Paz, em Madri LUIS SEVILLANO
O atraso maciço na idade em que as mulheres têm seu primeiro filho é a principal causa da queda na fertilidade observada na Europa há quase cinco décadas. Em 1970, as mulheres nos países europeus tinham seu primeiro filho em média aos 25 anos; hoje passam dos 30.

Violência doméstica custa R$ 1 bi ao ano no mercado de trabalho do País

Estudo estima que mulheres violentadas e agredidas se ausentam do trabalho por cerca de 18 dias. Motivos vão de licenças a tratamentos para depressão

Fabíola Perez, do R7

27/09/2018

Elas chegam em silêncio. Outras vezes, com falas aleatórias e desconexas. Em geral, demoram algumas horas até ter condições de dar um depoimento. Além dos traumas físicos e psicológicos, mulheres vítimas de violência doméstica têm a vida profissional profundamente abalada e, não raro, interrompida. Muitas pedem licença ou se veem obrigadas a abandonar o trabalho.

Como presidente interino, Toffoli sanciona lei que torna crime importunação sexual

A importunação sexual se tornou crime no país. O presidente da República em exercício, ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli, sancionou nesta segunda-feira (24/9) a lei que tipifica a prática. Também foi ampliada a pena para estupro coletivo e tipificada a chamada pornografia de vingança.
Como presidente interino, ministro Dias Toffoli sancionou lei que torna crime importunação sexual.
G.Dettmar/ag.CNJ
Pela lei sancionada, caracteriza importunação sexual o ato libidinoso praticado contra alguém, e sem autorização, a fim de satisfazer desejo próprio ou de terceiro. A pena prevista é de 1 a 5 anos de prisão. A proposta ganhou fôlego depois de casos como o registrado em São Paulo, quando um homem se masturbou e ejaculou em uma mulher no metrô.
Também foi transformado em crime a divulgação, por qualquer meio, de vídeo e foto de cena de sexo ou nudez ou pornografia sem o consentimento da vítima, além da divulgação de cenas de estupro. A lei aumenta a pena em até dois terços se o crime for praticado por pessoa que mantém ou tenha mantido relação íntima afetiva com a vítima, como namorado, namorada, marido ou mulher. A intenção é evitar casos conhecidos como pornografia de vingança.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Histórias de Ninar para Garotas Rebeldes: Frida Kahlo, lida por Estela Renner

Um podcast com contos de fadas sobre as mulheres extraordinárias que nos inspiram

por B9
Era uma vez, em uma pequena cidade nos arredores da Cidade do México, uma garota que morava em uma casa azul. Seu nome era Frida. Do lado de fora, a casa azul de Frida era um edifício de estuque comum, com paredes azuis brilhantes, janelas altas e persianas verdes. Mas além da entrada, um mundo de maravilhas se anunciava.
Essa incrível história é lida pela diretora e roteirista Estela Renner.
> OUÇA através do player abaixo:

Tinder lança ferramenta que permite que apenas as mulheres iniciem uma conversa no chat

Lançado primeiro na Índia, My Move não será a configuração padrão do app, cabendo às mulheres a decisão de ativá-lo ou não

B9
por Soraia Alves
25.set.2018

Tinder já está testando na Índia um recurso que permitirá apenas às mulheres iniciarem uma conversa no chat do aplicativo. Chamada de My Move, a ferramenta é semelhante ao principal recurso do Bumble, rival do Tinder.

Toffoli sanciona lei que amplia para 20 dias licença-paternidade para militar

Ocupando o cargo de presidente da República, nesta segunda-feira (24/9), o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, sancionou a lei que aumenta de cinco para 20 dias a licença-paternidade dos membros das Forças Armadas. O texto foi publicado hoje no Diário Oficial da União.

Empresa também responde por assédio cometido via celular corporativo, diz juiz

Se o celular utilizado para cometer assédio sexual for corporativo, a empresa tem responsabilidade objetiva sobre o caso. Com esse entendimento, o juiz José Mauricio Pontes Júnior, da 12ª Vara do Trabalho de Natal (RN), condenou um sócio e a companhia a pagar R$ 20 mil a uma empregada que sofreu abuso via WhatsApp.

terça-feira, 25 de setembro de 2018

A desoladora existência das mulheres esquecidas nas terras geladas do norte da Sibéria

A young Nenets woman gathers the reindeer before migration. Yamal Peninsula, Siberia, Russia.Direito de imagemODED WAGENSTEIN
23 agosto 2018
No remoto vilarejo de Yar-Sale, no norte da Sibéria (Rússia), vive um grupo de mulheres idosas. Elas faziam parte de uma comunidade nômade de pastores de renas, mas, na velhice, passam a maior parte dos dias reclusas, isoladas do mundo.

As mentiras sexistas da ciência

Angela Saini detalha em um ensaio como os preconceitos influenciam a suposta condição biológica da mulher
LAURA FERNÁNDEZ
Barcelona 24 SET 2018
Não é verdade que mulheres e homens tenham cérebros diferentes, muito menos que elas sejam, em certo sentido, "intelectualmente inferiores" aos homens por razões biológicas, como Charles Darwin tentou fazer a feminista Caroline Kennard acreditar em 1881. "É apenas algo que a ciência tentou nos fazer crer", diz Angela Saini. Aos 16 anos Angela Saini era uma adolescente que amava a ciência a ponto de se tornar presidente da primeira sociedade científica de sua escola, no sudeste de Londres.

Mulheres que vivem relacionamentos abusivos não seguem padrão

Estudo que buscou o porquê de mulheres permanecerem nessas relações concluiu a impossibilidade de classificá-las

Por Ane Cristina
11/07/2018 

Em 2014, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou erroneamente um dos resultados da pesquisa Tolerância social à violência contra as mulheres. Na época, o órgão federal informou que 65% dos entrevistados concordavam com a afirmação “Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”. A veiculação da notícia gerou uma série de protestos nas redes sociais que denunciavam o machismo na sociedade brasileira, dentre eles a campanha Eu não mereço ser estuprada. Na semana seguinte o Ipea corrigiu o dado, informando que a porcentagem de 65% se referia à afirmação “Mulher que é agredida e continua com o parceiro gosta de apanhar”. A correção não gerou a mesma repercussão que a afirmação incorreta causou, mostrando o “pouco espanto” em relação à violência contra a mulher nas relações de conjugalidade.

Tecnologia dá novos contornos à violência nas relações afetivas

Segundo estudo, muitos adolescentes impedem parceiros de ter amizade com sexo oposto e querem acesso ao conteúdo do celular
USP
Por  
05/09/2018
As novas tecnologias têm sido aliadas na propagação de violência nos relacionamentos dos jovens, sejam em relações longas ou momentâneas. É o que mostra uma pesquisa de mestrado desenvolvida na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP pela socióloga Ana Beatriz Campeiz. O estudo analisou as formas de violência presentes nas relações afetivas entre os jovens.

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

6 documentários essencias para compreender o Feminismo

Estas produções possuem 100% de protagonismo feminino e falam de machismo, racismo e empoderamento

23 set 2018


feminismo é muito além de luta e empoderamento, afinal, é recheado de histórias e ícones femininos extremamente importantes para a emancipação das mulheres. Muitas dessas histórias foram retratadas em documentários, repletos de informação e representatividade.
Selecionamos seis documentários para quem estiver procurando aprender mais sobre o movimento feminista e seus ícones.

Filho de Edmundo, Alexandre Mortagua reflete sobre abandono paterno: "São gerações de mulheres criando filhos sem pais"

Alexandre Mortagua (Foto: Reprodução Instagram)

MARIE CLAIRE

24.09.2018 - POR NATACHA CORTÊZ

O cineasta, fruto do relacionamento do jogador com a modelo Christina Mortagua, acaba de terminar seu primeiro filme, "Todos Nós 5 Milhões", que joga luz sobre os efeitos causados pela ausência de um pai

Opinião: Por que todo bom economista deveria ser um feminista


Economistas deveriam ser os primeiros a saber dos efeitos perversos da concentração excessiva de poder, escreve Luigi Zingales, da Universidade de Chicago

Exame

Por Luigi Zingales, da Universidade de Chicago 

24 set 2018

Artigo de Luigi Zingales, professor da Universidade de Chicago e ex-economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), publicado originalmente no blog ProMarket

Casos de assédio sexual raramente chegam aos tribunais, especialmente quando envolvem um acadêmico.

Cidadão pode ajudar CNMP em debate sobre representatividade das mulheres em eventos jurídicos

21/9/18

Até o dia 17 de outubro, qualquer cidadão pode responder uma pesquisa de opinião online para ajudar o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) no debate sobre a possível criação de uma regra que obrigue a participação de um percentual mínimo de mulheres como palestrantes em eventos jurídicos do Ministério Público. A busca pela participação da sociedade civil nessa discussão é uma iniciativa da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais (CDDF/CNMP).

CNMP lança publicação sobre atuação do Ministério Público no combate à violência contra a mulher

19/9/18
O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), por meio da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais (CDDF), lançou nesta terça-feira, 18 de setembro, a publicação “Violência Contra a Mulher – Um Olhar do Ministério Público Brasileiro”. O trabalho tem como objetivo divulgar artigos jurídicos relacionados à atuação do Ministério Público no combate e prevenção à violência sofrida pela mulher, em especial no caso do feminicídio.

Toffoli defende ações para garantir proteção a direitos da primeira infância

Cristine Genú 
Manuel Carlos Montenegro 
O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, defendeu nesta terça-feira (18/9) ações concretas para assegurar os direitos das crianças desde a primeira infância. Em seminário que reuniu as principais autoridades do sistema de Justiça, em Brasília, Dias Toffoli propôs mobilizar as demais instituições do sistema de justiça e a sociedade em torno da causa, por meio de campanhas educativas.

Maria da Penha: manual de gestão de juizados já está atualizado

Isaías Monteiro
Agência CNJ de Notícias
20/09/2018
Revisto e atualizado, já está no portal do CNJ o Manual de Rotinas e Estruturação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Esta nova edição contém todas as inovações legais surgidas desde a versão original, de 2010. Equipes especializadas de 15 tribunais estaduais contribuíram com o material produzido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

domingo, 23 de setembro de 2018

Ativistas explicam o que é ser intersexo

20/09/2018
Pessoas intersexo nascem com características que não correspondem ao que a sociedade caracteriza tradicionalmente como masculino ou feminino.
A campanha da ONU Livres & Iguais entrevistou ativistas que explicam o que é intersexualidade. A iniciativa apoia a 4ª Conferência Internacional [SSEX BBOX], que tem início nesta quinta-feira (20), em São Paulo. Evento também debate os desafios da população intersexo.

Renúncias e emendas

por Drauzio Varella — publicado 16/09/2018

"O SUS é a maior prática de transferência de renda que temos", afirma a professora Mônica Viegas
O SUS completa 30 anos de existência. É o maior sistema público de saúde do mundo; país nenhum com mais de 100 milhões de habitantes oferece cuidados de saúde para todos.
Mediado pela jornalista Cláudia Collucci, o jornal Folha de S.Paulo realizou um debate sobre dois dos gargalos que mais prejudicam a eficiência do SUS: as renúncias fiscais e as emendas parlamentares.